Proposta busca inclusão de disciplinas para diagnóstico de doenças raras

Fiquei bastante entusiasmada nesta semana, quando li essa notícia de que a deputada federal (e futura senadora) Mara Gabrilli apresentou um requerimento sugerindo a inclusão de disciplinas específicas nos cursos de medicina para o diagnóstico precoce de doenças raras e doenças degenerativas.

Hoje são cerca de 7.000 tipos de doenças raras já identificadas, que afetam aproximadamente 5% da população – ou seja, milhões de pessoas ao redor do mundo!

De forma pioneira, instalamos na Faculdade de Medicina do ABC o primeiro serviço de referência de doenças raras do Estado de São Paulo e implantamos uma disciplina eletiva para os alunos de Medicina, coordenada pelas professoras e geneticistas Denise Christofolini e Bianca Bianco, com a participação de todos os docentes envolvidos no atendimento.

Que essas iniciativas se espalhem pelo País e cheguem a todos aqueles que necessitam de um diagnóstico diferencial e específico para o adequado tratamento de sua doença rara.

A reportagem completa está no site: https://bit.ly/2POnHxe.

Comments are closed.